MIELOMA MÚLTIPLO

out 5, 2021 | Artigos, Oncologia

O câncer pode ter origem em qualquer parte do nosso organismo, e isso inclui até mesmo a nossa medula óssea. Esse tipo é chamado de mieloma múltiplo, e leva a diversas complicações do sistema imunológico.

O que é Mieloma Múltiplo?

Esse tipo de neoplasia – por vezes chamado apenas de mieloma – provoca um aumento descontrolado nas células da medula óssea causando alterações no sistema imunológico que danificam a produção de anticorpos no indivíduo.
Apesar de se originar na medula óssea, o mieloma tem potencial para atingir outras áreas como coluna vertebral, braços, pernas, etc.

O aumento de cálcio no sangue também é outro efeito produzido pelo câncer. Causando sonolência, confusão, diminuição do apetite, constipação e se estiver extremamente alto leva até ao coma. O mieloma também pode afetar os nervos e todo o sistema nervoso, fazendo o indivíduo se queixar de dores, dormência e fraqueza.


Problemas renais e propensão a outros tipos de infecções são outras doenças que aparecem devido ao desenvolvimento do câncer.

Como é o funcionamento do mieloma múltiplo?

A primeira célula infectada é o plasmócito, responsável pela geração de anticorpos que combatem as doenças e anormalidades do corpo humano. Quando se transformam em células malignas a produção de anticorpos é comprometida, criando um acúmulo de células cancerígenas no sangue e não permitindo que células normais se desenvolvam ou sejam produzidas.


Quais são os principais fatores de risco?

Entre os principais fatores que aumentam os riscos de se contrair uma infecção nas células da medula óssea podemos citar a idade. É muito comum em pessoas que já possuem 70 anos ou mais, raramente afetando quem está abaixo de 40 anos.
Uma característica do mieloma é que ele é duas vezes mais comum em pessoas com tom de pele negro do que branco. Entretanto, a explicação do porquê isso ocorre ainda segue desconhecida.


Diagnóstico

Para descobrir a doença, o médico encaminhará o paciente para realizar exames como raio-x, amostra de sangue e urina, biópsia e amostra da medula óssea.


Tratamento

O tratamento para mieloma múltiplo pode variar de acordo com a situação em que está o paciente. Entre as formas disponíveis para tratar o câncer estão a radioterapia, quimioterapia, imunoterapia e transplante de medula óssea.

Talvez você goste…

Share This