Mesotelioma – O que é?

out 5, 2021 | Artigos, Oncologia

Entre os diversos tumores que são conhecidos pela medicina, alguns deles, devido a pouquíssimos casos registrados de suas aparições, são considerados raros. Entre esses tipos de tumores está o chamado mesotelioma.

O que é o mesotelioma?

É um tipo de câncer que ocorre no mesotélio e que, apesar de existir uma forma mais benigna, é um tumor que geralmente se apresenta na sua forma maligna.

Em que região aparece o mesotelioma?

O mesotelioma aparece nas regiões do pulmão (pleura), no coração (também chamado de pericárdio), no peritônio (uma membrana que reveste órgãos como intestino, fígado, estômago, etc.) e na túnica vaginal do testículo. O local atingido com maior frequência é o pulmão, chegando em até 80% dos casos, seguido do peritônio e pericárdio.

Quais as causas do mesotelioma?

As causas desse tipo raro de neoplasia maligna estão mais associadas a fatores externos e ambientais – inclusive, tendo pouca relação com o tabagismo. O principal motivo de desenvolvimento do mesotelioma é a inalação da substância asbesto, mais conhecido como amianto, extremamente utilizado nos ramos de construção civil, na indústria de automóveis e de produção têxtil.

Pessoas que estiveram expostas a esse componente químico podem se deparar com o aparecimento dos primeiros sintomas da doença de 30 a 50 anos depois do contato com o material. Devido a isso, é muito difícil detectar a doença ainda nos seus estágios iniciais.

A doença afeta tanto homens quanto mulheres

Apesar de atingir mais os homens – geralmente depois dos 50 anos de idade –, esse raro tumor também pode afligir as mulheres por conta do fator externo de exposição ao amianto.

Quais os principais sintomas?

Os primeiros sinais do mesotelioma podem muito bem ser confundidos com outras doenças. A pessoa que está com o tumor pode apresentar: Dores nas costas, tórax, peito e abdominal, tosse, falta de ar, inchaço em diversas partes do corpo como braços ou rosto, batimento cardíaco irregular, febre, perda de peso e apetite, sudorese e coágulos sanguíneos.

Como é realizado o diagnóstico?

Ao apresentar o quadro de sintomas que surgiu, o médico irá averiguar se o paciente esteve exposto ao amianto em algum momento da sua vida. A partir de então, tomografias, ressonâncias, entre outros tipos de exames serão feitos para identificar em qual estágio o tumor se encontra.
É imprescindível que a pessoa receba um diagnóstico precoce, pois o mesotelioma, como dito anteriormente, é extremamente agressivo e possui uma capacidade muito grande de desenvolver metástase, afetando outras regiões do organismo do paciente.

Os tratamentos

O procedimento mais comum para tratar o mesotelioma maligno é através da remoção do máximo possível de células e tecidos infectados por cirurgia. Provavelmente, o indivíduo precisará continuar o tratamento de remoção através de quimio e radioterapia após o procedimento cirúrgico.


O câncer do mesotelioma tem cura?

O mesotelioma é extremamente letal e possui uma taxa de cura muito baixa, sendo fatal na grande maioria dos casos. Todavia, a sua incidência é de 1 a 2 casos a cada um milhão de pessoas no ano.

Talvez você goste…

Share This