Câncer de pulmão: Mitos e verdades.

set 24, 2021 | Artigos, Oncologia

Por ser uma doença muito temida, o câncer de pulmão acabou acumulando diversos mitos sobre suas possíveis causas. A prevenção é a palavra de ordem.


Saber evitar as armadilhas de conceito sobre o câncer de pulmão também é muito importante para podermos ser, além de beneficiados com a proteção da prevenção, podermos agir como propagadores de informações de qualidade, tão importantes nos tempos de hoje. Por isso, trazemos tudo sobre câncer de pulmão: mitos e verdades para sanar suas dúvidas!


Será que apenas quem usa cigarro é capaz de desenvolver o câncer de pulmão?


E a maconha, também age como agente causador da doença? Essas e outras questões você encontra aqui. Confira!


Principais mitos sobre o câncer de pulmão:


Como já mencionamos anteriormente, uma das principais perguntas sobre o câncer de pulmão é se ele acomete apenas pessoas fumantes; a resposta é “não”! O tabaco contribui, para o desenvolvimento da doença, mas mesmo pessoas que nunca fumaram podem descobrir um tumor maligno no pulmão, sendo proveniente de outros fatores externos ou até mesmo internos, envolvendo a genética própria de cada um.


Por outro lado, fumar não é uma prática indiferente! Ela é extremamente prejudicial na medida em que aumenta demasiadamente o risco de desenvolvimento de câncer de pulmão conforme o número de cigarros usados por um indivíduo em certo tempo, afeta a qualidade de vida como um todo, piora a função cardíaca, função pulmonar, e aumenta os riscos de outros tipos de câncer como câncer de boca, faringe, traqueia, bexiga, rim, mama, cólon entre outros.


Um grande mito é que a respiração de talco ou outros pós com cheiro forte possam provocar o câncer de pulmão. Nunca foram encontradas quaisquer evidências científicas sobre essa relação. Já a inalação de sílica, asbesto, e outros componentes usados em algumas indústrias pode sim elevar as chances de câncer de pulmão.


E para quem acha que a doença não tem qualquer relação com atividades físicas, este também é um outro grande mito! Afinal, manter uma rotina de exercícios frequente ao longo da vida pode ajudar a evitar o câncer de pulmão em até 20% de vezes, sendo uma forma prática de manter a doença o mais distante possível.


Não é apenas o cigarro comum que aumenta nossas chances de desenvolver câncer e pulmão, outros tipos de fumo, como cachimbos, charutos, fumo de corda, cigarro de palha, maconha, podem sim ser causadores de câncer de pulmão. A combustão dessas substâncias presentes nesses fumos é o principal agente do câncer. Assim, aquele sobrinho que diz que maconha não causa câncer…. está ERRADO!


Alguns fatos sobre o câncer de pulmão:


O Câncer de pulmão é o quarto câncer em incidência no Brasil, mas é o principal tumor em termos de letalidade, ou seja, é o câncer que mais mata no Brasil. Assim, torna-se fundamental seu estudo, sua prevenção e a disseminação de informações corretas sobre essa doença. Ela atinge fumantes e não fumantes, como mencionamos anteriormente, e também a classe denominada de fumante-passivo, ou seja, quem acaba recebendo baforadas de outra pessoa. Em casos como esse, existem chances de até 25% de acabar desenvolvendo a doença. Dessa forma, o fumante aumenta seu risco de desenvolvimento de câncer de pulmão, assim como aqueles que estão ao seu lado. No Estado de São Paulo há uma lei que proíbe o fumo em ambientes públicos fechados. Uma lei que salva vidas.


Esteja atento! Busque informações seguras que te ajudem a prevenir o câncer de pulmão o máximo possível.

Talvez você goste…

Share This